Vaquinha virtual, redes sociais, entrevistas: o que pode um pré-candidato?

0
19

Até o início oficial da campanha, no dia 27 de setembro, a Justiça Eleitoral impõe uma série de restrições a políticos que querem se candidatar

A partir de hoje, está proibido aos futuros candidatos apresentar programas de rádio e TV

No sábado (15), entram em vigor outras regras, como a proibição de participar da inauguração de obras públicas

Também fica estabelecido que funcionários públicos que vão se candidatar devem se afastar dos cargos

Outra determinação é que prefeitos não podem contratar ou demitir funcionários públicos

Até o início oficial da campanha eleitoral, no dia 27 de setembro, os políticos de olho nas urnas devem se comportar como pré-candidatos, situação que impõe uma série de restrições e regras específicas.

Uma das principais proibições começa a valer de hoje: está proibido aos futuros candidatos apresentar programas de rádio e TV.

Desde 15 de maio os pré-candidatos já podem receber doações por meio do financiamento coletivo, sistema de arrecadação por meio de doações online. O dinheiro arrecadado só poderá ser utilizado depois da oficialização das candidaturas, em setembro, com o início oficial da campanha eleitoral. Caso o pré-candidato não registre sua candidatura, o valor é devolvido ao doador.