Universidade do Amazonas aumenta cota para pessoas com deficiência

0
59

Propondo a regulamentação de inclusão de Pessoas com Deficiência (PCD) desde o ingresso ao último período do curso, a Coordenação de Política Institucional de Inclusão das Pessoas com Necessidades Educacionais Especiais da Universidade do Estado do Amazonas (CPII-PNEE/UEA) se com o reitor Cleinaldo Costa para implantação de políticas públicas e institucionais.

Tendo os pilares ‘ingresso’, ‘acesso’ e ‘permanência’, a Coordenação propôs ações de mapeamento das PCD, ampliamento das cotas de ingresso para 10% através do Vestibular e Sistema de Ingresso Seriado (SIS), criação de núcleos de inclusão nas unidades de ensino, compra de material de acessibilidade e aumento de profissionais especializados. 
“A UEA é uma instituição que se preocupa com as pessoas com deficiência. Esperamos contribuir com a formação de nível superior dessa parcela da população, por meio da oferta de vagas ampliadas para os PCDs”, disse o Reitor da UEA, Cleinaldo Costa.

Para a coordenadora, professora Joab Grana, as ações pretendem iniciar no processo de ingresso 2020, acesso 2021. “Faremos um projeto piloto com entrevistas para implantarmos essas novas ações de inclusão ano que vem”, disse.