Universidade americana descobre fórmula genética que fez animais serem monógamos durante milênios

0
122

A monogamia apareceu nas espécies animais durante milênios por uma fórmula genética universal que afeta o funcionamento do cérebro, segundo um estudo publicado nesta segunda-feira na revista científica “Proceedings of the National Academy of Sciences”.

Uma equipe da Universidade do Texas (EUA) analisou dez espécies de animais vertebrados e determinou que “um tipo de fórmula genética universal” transformaria os animais não monógamos em monógamos ao apagar “certas atividades no seu cérebro” e ativar outras.

“Nosso estudo abrange 450 milhões de anos de evolução, que é o tempo desde o qual todas estas espécies compartilharam um ancestral comum”, disse Rebecca Young, pesquisadora associada no Departamento de Biologia Integrativa da Universidade do Texas em Austin e primeira autora do estudo.

Os pesquisadores definiram a monogamia em animais como a existência de vínculo de casal com um companheiro durante pelo menos uma temporada de acasalamento no qual o trabalho de criar descendentes e defender os jovens dos predadores e outros perigos é compartilhado.

Os cientistas ainda consideraram os animais como monógamos se ocasionalmente se acasalaram com outros, mas cumpriam as demais premissas.