TSE nega dez pedidos de Bolsonaro contra programas eleitorais de Alckmin e Haddad

0
103
foto da internet

Na sessão realizada na noite dessa terça-feira (18), os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgaram dez ações feitas pela campanha de Jair Bolsonaro, do PSL, contra os programas eleitorais no rádio e na televisão de Geraldo Alckmin, do PSDB, e Fernando Haddad, do PT. Todos os pedidos foram negados.

 

Em parte das ações, Bolsonaro pedia direito de resposta, argumentando que o programa do candidato tucano estava distorcendo a realidade, ao usar trechos em que Bolsonaro aparece discutindo com jornalistas.

 

Bolsonaro também pedia que o TSE suspendesse a exibição de uma inserção da campanha de Alckmin, aquelas propagandas curtas que aparecem na TV ao longo dia, porque teria sido usada computação gráfica com a intenção de impactar emocionalmente os eleitores.