TSE julga deputado do PSB por abuso de poder econômico

0
17

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) iniciou, na quinta-feira (20), o julgamento de um recurso do deputado distrital José Gomes (PSB) contra a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) que cassou o mandato do parlamentar pela prática de abuso do poder econômico nas Eleições de 2018. O julgamento foi suspenso por um pedido de vista do ministro Tarcisio Vieira de Carvalho Neto.

Em abril de 2019, a Corte Eleitoral distrital, ao analisar Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije), cassou o mandato de José Gomes na Câmara Legislativa do DF por entender que, durante a campanha eleitoral, ele teria coagido funcionários de sua empresa – a Real JG Serviços Gerais – para que votassem nele nas Eleições de 2018.

Segundo a denúncia, um primo do parlamentar teria solicitado aos funcionários da empresa total engajamento na futura campanha e votos para o então candidato. Caso contrário, poderia haver demissões. A empresa de José Gomes, eleito para a CLDF com 16,5 mil votos, tem dez mil empregados.