TSE ajudará consulados estrangeiros a organizar plano sanitário em eleições

0
6

O TSE irá ajudar consulados de países estrangeiros em cidades brasileiras a se prepararem para organizar as eleições que possam ocorrer em seus respectivos países, enquanto a pandemia da covid-19 continua. O objetivo é o de garantir que estrangeiros vivendo no Brasil possam votar em suas respectivas eleições. Até dezembro, mais de 40 países terão eleições, o que envolveria riscos de aglomerações em consulados em São Paulo, Rio e outras cidades.

Há poucas semanas, por exemplo, bolivianos no Brasil passaram a temer que não pudessem participar das eleições em seu país, previstas outubro, através do voto nos consulados e embaixadas. Isso por conta de comentários de autoridades bolivianas levantando a suspeita de que haveria uma falta de garantias de que medidas sanitárias pudessem ser adotadas nesses locais fora do país.

 No início de setembro, os bolivianos em São Paulo chegaram a protestar. A embaixada do país andino indicou que o voto poderia não ocorrer no Brasil por falta de condições sanitárias. Uma decisão ainda terá de ser tomada pelos tribunais em La Paz.