Trump declara que não vai ao Fórum Econômico se governo dos EUA continuar paralisado

0
39

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou ontem (10) que não viajará para o Fórum Econômico Mundial de Davos, que acontecerá de 22 a 25 de janeiro, devido a crise política que provocou o fechamento parcial do governo federal. Trump fará uma visita à fronteira com o México.

Hoje se completa 21º dia de fechamento parcial do governo diante da sua insistência para que o Congresso aprove fundos para a construção do polêmico muro fronteiriço com o México, e da oposição frontal por parte dos democratas, que controlam a Câmara dos Representantes.

A Casa Branca anunciou o cancelamento a Davos. Trump seria acompanhado por grande parte de seu gabinete, incluindo os secretários do Tesouro, Steven Mnuchin; de Estado, Mike Pompeo, assim como sua filha e assessora presidencial, Ivanka Trump, e seu genro e também assessor, Jared Kushner.

O Fórum Econômico Mundial acontecerá nessa cidade alpina suíça entre os dias 22 e 25 de janeiro e esta edição terá como tema principal a globalização na era da quarta revolução industrial.