Tempos de Pandemia: 4 dicas para aumentar a imunidade.

0
19

1. Invista em uma alimentação adequada

Você sabia que existem alguns tipos de alimentos que podem ajudar a aumentar a imunidade? Olha só:

– Gengibre: rico em antioxidantes e com propriedades antibacterianas, o gengibre é uma boa opção para quem está buscando fortalecer o organismo;

– Alho: o alho é fonte de alicina, substância que estimula a resposta imunológica;

– Iogurte: os iogurtes naturais e leites fermentados têm micro-organismos que atuam no fortalecimento do sistema imunológico;

– Frutas cítricas: as frutas cítricas, como a laranja, o limão, a acerola e o kiwi, por exemplo, são ricas em vitamina C, dando um reforço extra à imunidade;

– Sementes de girassol: a semente de girassol possui uma grande quantidade de vitamina E, que melhora a imunidade e protege nosso corpo contra substâncias tóxicas;

– Geleia real: recheada de antioxidantes e nutrientes, a geleia real traz diversos benefícios à nossa saúde;

– Pimenta e cenoura: isso porque ambas são fontes de betacaroteno, que se transforma em vitamina A e ajuda a proteger o organismo contra infecções;

– Alimentos ricos em zinco: aqui entram a carne, os cereais integrais, sementes, leguminosas (feijão, grão de bico, ervilha), e sementes. O zinco é um forte aliado no combate a gripes e resfriados.

2. Priorize o seu sono

Dormir adequadamente não pode ser considerado um luxo. Isso porque a privação do sono pode ser um dos principais fatores que causam a imunidade baixa. 

O corpo humano precisa do período correto de descanso para repor as energias. Por isso, dê mais importância para a qualidade do seu sono: lembre-se que o recomendado é cerca de 6 a 8 horas por noite.

3. Fuja do estresse

Assim como o sono e a alimentação inadequados, o estresse excessivo também pode ser um dos principais responsáveis pela baixa imunidade. Isso porque as tensões do trabalho ou até mesmo do dia a dia podem impedir que as células do seu corpo funcionem adequadamente, dando espaço para o surgimento de doenças.

Assim, mesmo que pareça difícil fugir do estresse cotidiano, procure sempre investir em atividades que te fazem bem. Seja um exercício físico, música, leitura  ou qualquer outra coisa. O importante é distrair a mente!

4. Hidrate-se corretamente

Não espere sentir sede para beber água: a ingestão de líquidos retira o excesso de impurezas do organismo e ajuda a prevenir doenças. Além disso, se você costuma praticar exercícios físicos, é muito importante redobrar os cuidados com a hidratação, já que a perda de líquidos é ainda mais intensa nesses casos. A quantidade de consumo de água por dia pode variar, a depender de fatores como a idade e o peso de cada pessoa, bem como o clima e a temperatura de onde ela vive. Mas segundo o Guia Alimentar da População Brasileira, do Ministério da Saúde, o ideal é ingerir no mínimo dois litros de água por dia