SUFRAMA apresenta o papel estratégico da BR-319 para a região

0
24
Imagem da Internet

O evento foi organizado pela Comissão de Defesa, Desenvolvimento Econômico, Estratégico e Sustentável da OAB/AM e teve sua mesa diretiva composta pelo superintendente Alfredo Menezes e pelo presidente da OAB/AM, Marco Aurélio Choy, pela vice-presidente da OAB/AM, Grace Benayon, e pelo presidente da Comissão, Paulo Maffioleti. Em seu pronunciamento, Menezes buscou ressaltar aspectos relacionados ao histórico da rodovia e à sua situação atual, bem como indicou oportunidades de desenvolvimento para a região a partir do asfaltamento da estrada e comentou os desafios que permanecem com relação ao meio ambiente e às questões indígenas.

Inicialmente, ele explicou que, dos aproximadamente 850 quilômetros da estrada BR-319, mais de sua metade (especialmente os 420 quilômetros finais com destino ao Estado de Rondônia) está sem condições de trafegabilidade e inclui trechos cortados por várias reservas indígenas. Em termos de oportunidades, ele citou que, com a liberação da rodovia, novas possibilidades de progresso socioeconômico serão difundidas, com destaque para benefícios nas áreas de energia, infraestrutura logística e de telecomunicações e exploração de recursos minerais. “É importante lembrar que, com a conclusão da BR-319, vamos ter um impacto muito grande na parte de cabotagem, com a redução de praticamente 50% nos dias de transporte nos eixos logísticos. Além disso, com a sua conclusão poderemos ter a união da parte elétrica do Norte do País e melhorias sensíveis no sistema de telecomunicações, assim como diversos outros benefícios. Portanto, é uma estrada essencial para o desenvolvimento da nossa região que irá impactar diretamente na questão da competitividade”, afirmou Menezes.