‘Promessas’ brasileiras movimentam mais de R$ 1 bilhão na Europa

0
134

O camisa 10 da seleção brasileira, Neymar, deixou a Copa do Mundo desvalorizado e com a imagem manchada pelo rendimento baixo e pela fama de ‘cai-cai’. No entanto, o camisa 10 é um ponto fora da curva no atual momento dos jogadores brasileiros no ​mercado europeu.

Segundo o site ‘​UOL Esporte’, a nova geração brasileira tem movimentado a atual janela de transferências no Velho Continente. Até aqui, nove jogadores que não estiveram na Copa com o Brasil, mas que são cotados para integrarem as próximas listas do técnico Tite, geraram um investimento total de cerca de R$ 1,3 bilhão dos grandes clubes europeus.

O quarteto formado por Rodrygo, Vinícius Júnior, Fabinho e Richarlison foi o mais caro: cada um custou 45 milhões de euros ao Real Madrid (os dois primeiros), ao Liverpool e ao Everton, respectivamente.

Confira a lista completa: ​Paulinho (Bayer Leverkusen) – 18,5 milhões / Rodrygo Goes (Santos/Real Madrid) – 45 milhões / Vinicius Júnior (Real Madrid) – 45 milhões / Éder Militão (Porto) – 7 milhões / Fabinho (Liverpool) – 45 milhões / Malcom (Barcelona) – 41 milhões / Richarlison (Everton) – 45 milhões / Felipe Anderson (West Ham) – 38 milhões / Arthur (Barcelona) – 31 milhões303