Princesa japonesa, deixa título real para se casar

0
145

A princesa Ayako, do Japão, abriu mão do título real para se casar com um plebeu, a realeza escolheu viver o amor.

Por mais que realeza japonesa tenha adquirido faz um tempo a liberdade de casar-se com quem bem quisesse, as mulheres que possuem um título real e se casam com plebeus são obrigadas a abdicar sua dinastia.

Com 28 anos, Ayako é a filha mais nova de um falecido  primo do imperador Akihito. Kei Moriya, seu marido,  tem 32 anos e trabalha para uma empresa de transporte de mercadorias.

O casal japonês se conheceu em uma partida de tênis, depois disso se casaram em uma cerimônia tradicional feita em templo de Tóquio.

Cerca de US$ 1 milhão (R$ 3,72 milhões) do Estado serão dados a princesa, de acordo com as leis da família imperial. Este será usado para equilibrar o seu padrão de vida.