Polícia Federal: Concurso com mais de 1.500 vagas e salários até R$ 23 mil são autorizados para 2021

0
54

A Polícia Federal (PF) havia autorizado oficialmente o concurso para preencher 1.500 vagas para carreiras que exigem ensino superior. A portaria que autoriza a oferta de oportunidades já foi elaborada e confirma o aval.
O documento já está disponível para consulta no Sistema Eletrônico de Informações (SEI) do governo federal e deverá ser divulgado no Diário Oficial da União (DOU) na próxima quinta-feira.

Veja abaixo a distribuição das vagas e os cargos do próximo concurso da PF:
Delegado de Polícia (123 vagas)
Registrador de Polícia (400 vagas)
Papilloscopista da Polícia Federal (84 vagas)
Policial (893 vagas)

O regime de contratação para todos os cargos é o regime estatutário que garante estabilidade após o período probatório.

Requisitos
Para concorrer ao cargo de delegado é necessário ter formação superior em Direito, além de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria B ou superior e experiência de três anos de atividade jurídica. Os salários são de R$ 23.130,48.
Para ocupar os cargos de agente, escrivão e papilocopista, os candidatos podem ter ensino superior em qualquer área, CNH na categoria B ou superior e a remuneração inicial será de R$ 12.441,26.

Quando sai o edital?
Conforme consta na portaria, a Polícia Federal tem até seis meses para publicar o edital com todas as regras do evento. Isso significa que o documento deve sair até junho de 2021. No entanto, a previsão é que a PF publique o edital muito antes disso, como normalmente acontece.
O próximo passo agora será a contratação de uma banca organizadora responsável pelas etapas da seleção. Até o próximo mês, o setor de recrutamento e seleção da PF entrará em contato com empresas com o objetivo de assinar um contrato até o próximo ano.
Embora o Cebraspe seja o mais citado, pois já realiza os concursos há anos, ainda não há informações sobre as instituições mais listadas para organizar o concurso da PF.