Plantio tradicional de quilombolas é nomeado como patrimônio do Brasil

0
205
foto da internet

Foi reconhecido no último dia 20, como Patrimônio Cultural do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), O sistema agrícola tradicional das comunidades quilombolas do Vale do Ribeira, localizado no sudeste paulista. Os quilombolas criaram há aproximadamente 300 anos um cultivo de alimentos na Mata Atlântica que não utiliza adubo nem agrotóxico, a então chamada de “roça de coivara”.

“Esse reconhecimento [do Iphan] também é um apoio político para [mostrar] a importância da roça. Não foi à toa que o Iphan reconheceu isso, foi construído um dossiê, as comunidades fizeram um inventário cultural. Além disso, tem os artigos científicos e tem subsídios legais. Tudo isso mostra a importância ambiental, social e cultural que levou ao reconhecimento do sistema agrícola como patrimônio”, contou Ivy Wies, assessora técnica do Instituto Socioambiental (ISA), uma das entidades que apoiam os quilombolas.