Número de entradas ilegais na UE cai 14% entre janeiro e agosto

0
3

O número de entradas ilegais na União Europeia (UE) recuou 14% entre janeiro e agosto, face ao mesmo período do ano passado, para os 60.800, segundo dados hoje divulgados pela Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira, Frontex. 

O recuo do número de entradas ilegais das fronteiras externas da UE nos primeiros oito meses do ano, face ao mesmo período de 2019, deve-se, de acordo com um comunicado de imprensa da agência, a uma quebra nas chegadas nas rotas do Mediterrâneo Oriental e Ocidental.

Em agosto, as entradas ilegais na UE recuaram 30%, face a julho, para cerca de 9.200.

No mês passado, a rota do Mediterrâneo Central representou mais de metade do tráfego de migrantes ilegais, 4.800, menos um terço do que em julho.