Na Índia adultério passa a não ser mais crime

0
244
foto da internet

O Tribunal Supremo da Índia declarou que adultério não será mais crime no país, ao determinar inconstitucional uma lei do Código Penal, de quase 160 anos, deixando a mulher em uma posição de objeto, fazendo com que o marido pudesse decidir se as relações sexuais com outro homem determinadas como crime ou não.

Esta decisão do Tribunal Supremo foi concretizada após  outra sentença histórica no mesmo mês favorecendo a igualdade, na qual o principal órgão responsável pela Justiça informou ser inconstitucional outro artigo da época colonial que diz que as relações homossexuais eram penalizadas.

“Está na hora de dizer que o marido não é dono de sua esposa. A soberania legal de um sexo sobre o outro é errada”, explicou o presidente do principal órgão de Justiça indiano, que insistiu na “arbitrariedade” do artigo.