MP Eleitoral quer acessibilidade das propagandas na TV

0
20

O Ministério Público Eleitoral expediu recomendação aos diretórios regionais dos partidos políticos de Roraima para que usem legendas, audiodescrição e uma janela com intérprete de Libras nas propagandas eleitorais de 2020. O objetivo é garantir a acessibilidade durante a transmissão das publicidades de televisão.

No documento, assinado pelo procurador regional Eleitoral Rodrigo Mark Freitas, o MPF defende que o material publicitário que for reproduzido pelas emissoras, tanto na exibição em rede, quanto nas inserções de 30 e 60 segundos ao longo da programação normal, tem de incluir recursos de acessibilidade.

A medida atende às necessidades das pessoas com deficiência e é uma exigência da Lei Brasileira de Inclusão, que busca assegurar o direito à participação na vida pública e política da pessoa com deficiência, fixando os recursos de acessibilidade em pronunciamentos oficiais, propaganda eleitoral obrigatória e nos debates entre candidatos.