Motoristas colombianos de aplicativos podem ficar 25 anos sem carteira

0
128

Na última sexta-feira (14), foi anunciado pela Colômbia o cancelamento por até 25 anos das carteiras de habilitação daqueles motoristas que fizerem o uso de seus veículos particulares para serviços ilegais de transporte urbano a passageiros.

Esta nova regra tem por objetivo evitar que os taxistas privados evitem briga referindo-se a esses aplicativos de viagem, atualmente ainda não regulamentados de forma concreta no país.

Caso o motorista motorista for reincidente, ele terá a habilitação cancelada e só poderá solicitar uma nova depois de um período de 25 anos. Até o momento, nenhuma das empresas de aplicativos de transporte que operam no país (Uber e Cabify) se pronunciaram sobre a medida.