Microsoft lança ferramenta que detecta adulteração em vídeos

0
10

Microsoft anunciou uma nova ferramenta chamada Video Authenticator, capaz de identificar manipulações em vídeos conhecidas como deepfake. O projeto analisa cada quadro de vídeos e gera uma pontuação de manipulação com uma porcentagem indicando as chances de a mídia ter sido alterada.

O serviço faz parte do Programa de Defesa da Democracia e foi desenvolvido pelo time de P&D da Microsoft Foundation, que tem parcerias com a AI Foundation e usa dados públicos do Face Forensics++. O objetivo da ferramenta é defender a democracia de ameaças alimentadas pela desinformação. O anúncio foi feito pouco antes das eleições presidenciais dos Estados Unidos, que acontecem em 3 de novembro, mas a pretensão é alimentá-la para o uso de longo prazo.

O Video Authenticator poderá exibir uma porcentagem de confiança em tempo real em cada quadro de um vídeo, detectando elementos sutis de edição, como desbotamento de cores e escala de cinza, “que não podem ser detectados pelo olho humano”.