Método de exame de sangue permite diagnosticar esquizofrenia e bipolaridade

0
10

Uma metodologia desenvolvida por pesquisadores brasileiros permite diagnosticar, com base em um único exame de sangue, duas enfermidades psiquiátricas com sintomas semelhantes: a esquizofrenia e o transtorno bipolar. 

Atualmente, o diagnóstico desses distúrbios é baseado na análise clínica. No entanto, o processo pode levar anos e tem um alto grau de subjetividade, pois depende do olhar do psiquiatra e também da capacidade do paciente em relatar sintomas.

O exame laboratorial, desenvolvido por pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), é o primeiro capaz de diferenciar esses dois transtornos por meio da análise de alterações bioquímicas e moleculares envolvidas nas patologias. A inovação, já patenteada, foi descrita no Journal of Psychiatric Research.

“É complicado diferenciar duas enfermidades que compartilham sintomas tão parecidos por meio de exames clínicos. Com o exame laboratorial é possível identificar padrões no soro sanguíneo e, assim, diferenciar casos de esquizofrenia e bipolaridade de modo preciso, o que melhora o prognóstico dos pacientes”, diz à Agência Fapesp Mirian Hayashi, professora no Departamento de Farmacologia da Escola Paulista de Medicina (EPM-Unifesp) e coordenadora do estudo apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de são Paulo (Fapesp).