Mais um brasileiro pode ser preso e pegar multa milionária na Espanha

0
25
Imagem da Internet

A lista de jogadores com problemas fiscais na Espanha não para de crescer. Adriano Correia, que atuou no Barcelona e no Sevilla, é o nome da vez. O lateral será julgado em nove de abril, podendo pegar três anos de prisão e multa de 1,7 milhões de euros (aproximadamente R$ 7,5 milhões) por fraude fiscal.

Atualmente no Besiktas, Adriano atuou pelo Barcelona entre 2010 e 2016. Foi justamente nessa época que a justiça espanhola encontrou as irregularidades.

Segundo o jornal espanhol La Vanguardia, que teve acesso ao documento escrito pela Procuradoria, o defensor tinha um contrato de direitos de imagem com o clube catalão, que o faria receber uma quantia entre 435 e 594 mil euros por temporada.

Essa renda deveria ser levada em conta na declaração do imposto de renda, porém, segundo a acusação, o brasileiro escondeu uma parte do dinheiro em um contrato com a Nike e, com a outra parte, simulou transferência para uma empresa instrumental na Ilha da Madeira, em Portugal, chamada Chacun A As Place, tirando proveito do vantajoso regime fiscal do território português.