Maioria de varejistas veem piora na economia brasileira em julho

0
61

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), apurado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), recuou para 103,9 pontos no mês de julho. Na comparação com junho, o indicador teve redução de 4,3%, na série com ajuste sazonal. A decepção com as condições correntes da economia (-13,6%) foi decisiva para trazer o nível de confiança atual ao menor patamar desde agosto de 2017 (103,10 pontos). Para 69,4% dos empresários do comércio entrevistados, houve piora no cenário econômico. Na comparação com julho de 2017, houve aumento de 2,3%.

O levantamento da entidade mostra que, embora a maior parte dos varejistas (73,2%) ainda acredite na melhora da economia nos próximos meses, o grau de otimismo reduziu-se ao menor patamar dos últimos dois anos. Apesar de seguir na zona positiva, com 143,4 pontos, o componente que mede as expectativas dos comerciantes registrou recuo de 2,2% na variação mensal e queda de 1% na comparação com julho de 2017 – a primeira queda anual desde o auge da crise em maio de 2016.