Litoral de SP terá retorno do turismo mais rápido que a Capital

0
21

As cidades da Baixada Santista, no litoral de São Paulo, devem ter a retomada do turismo de forma mais rápida que na capital paulista. A região deve concentrar cerca de 20% da movimentação de turistas em todo o estado em 2020. Os dados foram divulgados pelo Centro de Inteligência e Economia do Turismo (CIET), da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo, que projetou o impacto da pandemia da Covid-19 em todas as regiões paulistas e os cenários da recuperação.

De acordo com o Governo do Estado, o estudo é inédito e levou em consideração o histórico de resultados até 2019, a expectativa para o setor em 2020, pesquisas nacionais e internacionais sobre a interrupção das atividades de viagens e turismo e os primeiros sinais da retomada, a partir da flexibilização permitida pelo Plano São Paulo.

A previsão, antes da pandemia, era que o estado contasse com 46,3 milhões de turistas. No cenário mais provável, esse número deve chegar a 29,5 milhões, representando uma perda de quase 17 milhões de viagens. Dos 29,5 milhões, 20,6 são paulistas viajando para cidades dentro do estado, 8 milhões virão de outros estados e 817 mil são estrangeiros.