Incubadora de Empresas lança no mercado três novos empreendimentos inovadores

0
31

Produção de anticorpos derivados de ovos de galinha, cosméticos à base de leite e de frutos amazônicos; e inovações voltadas para a automação agrícola. Estes são os focos de trabalho dos três novos empreendedores que assinaram contrato com a Incubadora de Empresas do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC). A partir de agora, EZScience, NatoAmazônia e a Broto Tecnologia Agrícola  serão lançadas no mercado e receberão orientação e acompanhamento no desenvolvimento de negócios inovadores.

Os novos empreendedores receberam as chaves das salas, na última sexta-feira (23), e ficarão incubadas por um período de até três anos, podendo ser renovado por mais um ano. Ao todo, a Incubadora do Inpa, vinculada à Coordenação Extensão Tecnológica e Inovação (Coeti), abriga cinco empresas. Os três novos empreendimentos se juntam à Manahh Foods e à Original Trade Consultoria Empresarial Ltda., incubadas desde maio de 2016.

“Acredito que as novas empresas que estão entrando na Incubadora do Inpa têm potencial e grandes chances de obterem sucesso”, diz o diretor do Inpa, o Dr. Luiz Renato de França, que prestigiou a cerimônia de boas-vindas aos novos empreendedores.

Também esteve presente, a coordenadora de Extensão, Rita Mesquita, que destacou o apoio que o Inpa tem recebido por ter alcançado a Certificação do Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (Cerne). “Isso coloca a Incubadora do Inpa com um diferencial. E esse reconhecimento é fundamental para atrair novas empresas”, diz.

“A Incubadora do Inpa fará o que for possível para dar suporte às empresas, tanto na infraestrutura, como no apoio à gestão para que ao final dos três anos alcancem também a certificação”, diz a coordenadora da Coeti, Noelia Falcão.

Parceria

A chefe do Departamento de Acompanhamento e Avaliação de Projetos, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), parceira do Inpa, Aline Lauria, na ocasiãorepresentando o diretor Edson Barcelos da Silva, também deu as boas-vindas aos empresários. Para ela, as três novas empresas, que estão compondo a Incubadora do Inpa são um ganho para o Inpa, para a Fapeam e para a sociedade.