Idosa considerada morta vítima de covid-19, aparece viva 10 dias após seu “enterro”

0
34

Uma mulher de 85 anos apareceu viva depois de ter sido considerada morta vítima de covid-19 e enterrada. Há poucas semanas, segundo o jornal galego La Voz de Galicia, dona Rogelia foi infectada pelo novo coronavírus, seu estado se agravou e ela acabou transferida para um centro de recuperação dedicado à terceira idade, na Galicia, Espanha, 

No dia 13 de janeiro, os parentes receberam a má notícia: Rogelia havia morrido. No dia seguinte, às 12h, o funeral e o enterro de Rogelia foram realizados em Xove.

Segundo o jornal, “o caixão já chegou lacrado”. O que ninguém esperava é que dez dias depois dona Rogelia apareceria em casa curada, em perfeitas condições, os papéis da paciente “continham o nome de outro usuário que também havia sido transferido” para a mesma clínica.

Foi um médico, diz o jornal, que transmitiu a boa notícia a Ramón, marido de Rogelia, que não pôde acreditar.