HUGV-Ufam é o único hospital da região Norte a aplicar as provas práticas do Revalida

0
102

O Hospital Universitário Getúlio Vargas da Universidade Federal do Amazonas (HUGV-Ufam), filiado a Empresa Brasileira de serviços Hospitalares (Ebserh), é o único da região Norte a aplicar as provas da segunda etapa do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2017. As Provas ocorrem neste fim de semana, 17 e 18 de novembro, em todo o Brasil.

As atividades são realizadas nas cinco regiões do País, tendo como campo de prática, além do HUGV, outros quatro hospitais da Rede Ebserh, instituição vinculada ao Ministério da Educação (MEC). O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia também vinculada ao MEC, responsável pelo exame, estima a participação de mais de 900 médicos em todo o Brasil, dos quais aproximadamente 80 são esperados no Amazonas.

O Revalida subsidia os processos de revalidação, feito por determinadas universidades públicas, dos diplomas de médicos que se formaram no exterior. É direcionado aos médicos estrangeiros e brasileiros que se graduaram em outro país e querem exercer a profissão no Brasil. A segunda etapa é uma prova de habilidades clínicas na qual o participante percorre dez estações para resolução de tarefas sobre investigação de história clínica, interpretação de exames complementares, formulação de hipóteses diagnósticas, demonstração de procedimentos médicos e aconselhamento a pacientes ou familiares.

Além do HUGV-Ufam, que aplica a prova em Manaus, outros locais são:  No Distrito Federal, a atividade ocorrerá no Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB); em Curitiba (PR), será no Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Paraná (CHC-UFPR); em São Luís, as provas serão aplicadas no Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão (HU-UFMA) e em Belo Horizonte, no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (HC-UFMG).