Haja coração! O Brasil, mais uma vez, não teve vida fácil no jogo de sexta-feira contra a Costa Rica

0
83

Haja coração!

O Brasil, mais uma vez, não teve vida fácil no jogo de sexta-feira contra a Costa Rica

Após uma partida coadjuvante contra a Suíça, no ultimo domingo (17) que terminou em 1-1, o que todo mundo esperava do Brasil antes do jogo contra a ”fraca” Costa Rica, era no mínimo uma boa partida na Arena de São Petersburgo (Rússia). Mas o que se viu, foi uma partida eletrizante, de deixar qualquer coração de torcedor apaixonado, aflito.

No primeiro Tempo, o Brasil tentou com tranquilidade, furar a barreira feita pelos costarriquenhos. Mas a equipe central americana não fez ‘corpo mole’ diante dos pentacampeões. A seleção até então subestimada, segurou, afastou e resistiu na partida de forma surpreendente. E com isso, nos primeiros 45 minutos da disputa, a equipe de Tite, ficou mais uma vez, no quase. 0 a 0.

A torcida presente na conhecida Praça do Caranguejo, no Parque 10, zona centro-sul de Manaus, não se agradou do primeiro tempo do jogo. Rostos vidrados e nervosos resumiam o clima do local.

“O Brasil não está bem, eles não chutam pro Gol. Tite tem que fazer substituições pro 2° tempo, se não, não vai dar pra gente.” Afirmou uma torcedora.

No 2° tempo, Tite queria mais velocidade no ataque. Trocou o meio-campista William, pelo atacante Douglas Costa, que estreou na Copa do Mundo. Com a substituição, a seleção brasileira ficou mais ofensiva.

Mesmo assim, o técnico da seleção não estava satisfeito. Aos 22 minutos do 2° tempo, o comandante trocou Paulinho por outro atacante, Roberto Firmino. Assim, a seleção canarinho estava com força total dentro de campo. Tite queria GOL.

Aos 33 minutos, Gabriel Jesus rolou a bola para Neymar, que tentou o drible e sofreu pênalti. Porém, em consulta ao VAR, o árbitro decidiu que a penalidade, não aconteceu.

Os ânimos se exaltaram dentro de campo. Neymar e Coutinho, levaram cartão amarelo por provocações ao juiz. No fim da partida, após os jogadores da Costa Rica enrolarem no jogo para que acabasse, o juiz acabou dando 6 minutos de acréscimo. Esse foi o tempo suficiente pra que aos 45 minutos, o

Brasil botasse seu melhor jogo em pratica e marcasse seu primeiro gol, com Phelippe Coutinho, mais uma vez, marcando para seleção.

Mas o time brasileiro não parou por ai. Com um passe de velocidade de Douglas Costa à Neymar, o Brasil marcou seu 2° no jogo, aos 52’ nos acréscimos. Gol de consolo para Neymar, que até aquele ponto do jogo teve uma atuação discreta com erros de finalizações. No final da partida, o numero 10 do Brasil, chorou copiosamente emocionado. Resultado: Brasil 2, Costa Rica 0.

O próximo e ultimo desafio da seleção, será na quarta-feira (27), contra a Sérvia, às 15:00 da tarde, horário de Brasília.