Governo italiano aprova indenização a trabalhadores do turismo

0
14

O chamado “decreto-lei” é o equivalente italiano a uma medida provisória e entra em vigor logo após publicação no Diário Oficial, mas precisa ser confirmado pelo Parlamento em até 60 dias para continuar valendo.

A medida destina 8 bilhões de euros para trabalhadores e empresas dos setores mais atingidos pelos efeitos econômicos provocados pela pandemia do Sars-CoV-2.

Um dos artigos do decreto prevê indenizações de 800 a 1 mil euros para trabalhadores temporários das áreas de turismo, esporte e espetáculos, que foram afetadas pelas medidas restritivas reintroduzidas pelo governo em novembro, como proibição de deslocamentos intermunicipais na maior parte do país e fechamento de cinemas e museus.

Além disso, o decreto institui um fundo de 500 milhões de euros em apoio ao setor de feiras e congressos e outro de 62 milhões de euros para pagar horas extras a policiais e bombeiros. O governo também destinará 250 milhões de euros para ajudar as regiões a administrarem suas dívidas.