Governador Amazonino anuncia licitação para a construção do ‘Anel Viário’ de Humaitá

0
62

Em visita ao município de Humaitá (a 645 quilômetros de Manaus), nesta semana, o governador Amazonino Mendes anunciou o início do processo licitatório para a construção do Anel Viário para facilitar o tráfego de veículos pesados no escoamento da soja e outros grãos até o porto graneleiro da “Princesa do Madeira”.

 A cidade, que completou 149 anos de história, na terça-feira (15), vai receber, ainda, investimentos do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), na malha viária urbana e rural.

 Ao lado do prefeito de Humaitá, Herivaneo Seixas, secretários de Estado e parlamentares amazonenses, o governador Amazonino disse que a licitação da obra do Anel Viário, orçada em R$ 41.901.958,90, será lançada nesta quarta-feira (16/04). Para Amazonino, o projeto vai colocar Humaitá no protagonismo da soja, tornando-a um dos maiores produtores do grão da região.

  “Nós vamos começar a grande caminhada de realização do velho sonho, que é tornar Humaitá um entreposto, e ao mesmo tempo, um grande produtor de grãos. E isso foi sonhado lá atrás, por mim, quando tentamos o ‘Terceiro Ciclo’. E agora, vou consolidar isso, fazendo o Anel Viário. É uma obra em torno de R$ 50 milhões. Amanhã (quarta), dia 16 de maio, nós estaremos fazendo a licitação”, destacou o governador durante um evento de entrega de certidões de casamento coletivo, em comemoração aos 149 anos da cidade, ocorrido na Escola Estadual Patronato Maria Auxiliadora.

A obra terá 11,58 quilômetros e está orçada em R$ 41.901.958,90. O Anel Viário interligará a BR-319 ao porto Graneleiro. O projeto contempla a construção completa da via com meio-fio, sarjeta, galerias, bueiros, acostamento, bem como a construção de uma ponte de 20 metros de extensão. A pista de rolamento terá 10m de largura, sendo duas faixas de 3,5m e acostamento de 1,5m, além da pavimentação e sinalização vertical e horizontal.