Google é processado por ocultação de denúncias sexuais

0
29

A empresa mestre da Google, chamada de conselho da Alphabet, está em meio ao processo pedido por um acionista, processo causado por ocultação de denúncias sexuais de seus executivos, como aconteceu com Andy Rubin, um dos criadores do Android, nos anos de 2014 e 2016.

A “conduta ilegal dos diretores permitiu que os comportamentos sexuais impróprios proliferassem e continuassem”, onde foi registrada em um tribunal de São Francisco, na Califórnia, lá o documento relatava que membros do conselho da Alphabet estavam cientes do que havia acontecido, levando a culpa de serem responsáveis por facilitar o assédio e discriminação sexual.

Após a polêmica, o CEO da Google, Sundar Pichai, revelou por meio de nota que demitiu cerca de 48 funcionários pelo mesmo motivo registrado nos últimos dois anos.