Gás Natural pode aumentar lucro dos motoristas de aplicativo em R$ 1.400, diz Josué

0
16

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Josué Neto (PRTB) afirmou, que os motoristas de aplicativo têm economia de 50% com combustível e pelo menos R$ 1.400 a mais em sua renda com o uso do Gás Natural Veicular (GNV). Para ele, a abertura do Mercado do Gás vai reduzir ainda mais o custo desse combustível no Amazonas e aumentar as rendas dessas famílias.

“O motorista de aplicativo que utiliza gasolina, gasta em média R$ 3 mil por mês. O que utiliza o Gás Natural Veicular tem um custo de R$ 1.545, ou seja, é uma economia de 50%. O motorista aumenta seu lucro utilizando o gás natural veicular e isso é apenas uma classe de  trabalhadores do Amazonas”, disse. “Com essa economia são R$ 1.400 a mais na renda de 75 mil motoristas, 75 mil famílias”, afirmou.

Para ele, a abertura do Mercado do Gás, hoje dominado pela Companhia de Gás do Amazonas (Cigás), e o aumento da competitividade vai reduzir o custo do gás natural. Mas isso depende da Nova Lei do Gás, que o há sete meses o Governo do Amazonas promete enviar ao Parlamento.

Um Estudo da Fundação Getúlio Vargas apontou que a abertura do mercado também pode gerar 48 mil empregos e movimentar uma cadeia econômica de R$ 3 trilhões nos próximos 10 anos no Amazonas.