Forte demanda internacional por carne impulsionou PIB do agronegócio

0
19

O agronegócio é um dos principais setores que sustentam a economia brasileira e apresentou, em resultado parcial, aumento de 1,15% em seu PIB, no acumulado de janeiro a outubro de 2019. O cálculo foi realizado pelo Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, em Piracicaba, junto com demais parceiros. Esse PIB é diferente do apresentado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“Esse resultado é sobre o PIB renda, diferente do PIB do IBGE. A diferença é que o do IBGE reflete variações de volume da economia e o do Cepea capta também o que acontece com os preços. Em 2019, o crescimento do PIB do agronegócio foi de 1,15%, o da agropecuária subiu 13,09%, enquanto o agrícola caiu 3,24%. O que determinou esse aumento do PIB do agronegócio foi a agropecuária”, explica Nicole Rennó de Castro, pesquisadora do Cepea da Esalq-USP, em entrevista ao Jornal da USP no Ar.

Fator primordial para o ótimo desempenho do ramo agropecuário, a fortíssima demanda internacional pela carne brasileira aconteceu devido a uma situação ruim.