Estudo afirma que Fórmula modificada do botox pode aliviar dores crônicas

0
71

Uma forma modificada da toxina botulínica, o famoso botox, pode proporcionar alívio contra a  sem efeitos adversos, revelou um estudo publicado na ultima quinta-feira (26) na revista especializada “Science Translational Medicine”.

Os pesquisadores da Universidade College de Londres (UCL) desconstruíram a molécula botulínica e a encaixaram com um tipo de opioide. O resultado foi um composto que silencia os sinais de dor na medula espinhal de ratos.

De acordo com o pesquisador, esta nova mistura não afeta os músculos, como a toxina botulínica utilizada para reduzir rugas e linhas de expressão, mas bloqueia a dor do nervo por até quatro meses sem afetar as respostas normais à dor.

 

Hunt considerou que este produto “poderia revolucionar a forma como a dor crônica é tratada” se for levada à clínica, já que eliminaria a necessidade da ingestão diária de opioides. A dor crônica de intensidade “moderada a grave” é generalizada e afeta milhões de pessoas no mundo. Os opiáceos, como a morfina e o fentanilo, são considerados o mecanismo habitual para o alívio da dor, mas existem poucas provas de que o seu uso seja eficaz no longo prazo para o tratamento da dor crônica.