Estudantes criam prato biodegradável de cará que substitui plástico

0
10

Estudantes paulistas de escola pública criaram uma alternativa sustentável a partir do cará, um tubérculo, para utensílios descartáveis feitos de plástico, resistentes ao tempo de decomposição na natureza.

Manuella Cristina Rodrigues Gonçalves e Mariana Caciatore Cardoso, as duas com 17 anos, alunas da Escola Técnica Estadual – Etec – Conselheiro Antonio Prado, de Campinas, SP, estavam inconformadas com a quantidade de lixo após uma festa com pratos, talheres e copos plásticos.

Depois de algumas pesquisas, elas desenvolveram um biopolímero a partir do amido extraído do cará-moela, espécie de tubérculo que nasce em uma planta trepadeira. Elas também estão entre os 19 finalistas do Centro Paula Souza – CPS – classificados para a 19ª edição da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), que será realizada em formato virtual, entre os dias 15 e 27 de março.

Cará-moela

Manuella conta que a escolha da matéria-prima ocorreu após a análise de outros estudos que apontavam a existência de uma grande concentração de amido no cará-moela.