Escolas públicas buscam parcerias para melhorar ensino médio no Rio

0
84
foto da internet

Estudar em horário integral em uma escola pública é realidade para 12 mil alunos do ensino médio da rede estadual do Rio de Janeiro. Eles estão matriculados em escolas que mantêm parcerias com instituições ou empresas privadas. Além do currículo obrigatório do Ministério da Educação (MEC), essas escolas oferecem ensino profissionalizante voltado para a ciência, tecnologia e cultura, empreendedorismo e têm uma carga-horária extra de línguas estrangeiras. Tudo com foco no mercado de trabalho. Em algumas, o estudante já sai com o registro em conselhos regionais.

A Secretaria Estadual de Educação do Rio (Seeduc) tem convênios ou termos de cooperação técnica em 98 unidades. Entre as empresas que participam desta Parceria Público Privada estão: Instituto Oi Futuro, Instituto Grupo Pão de Açúcar, Lojas Americanas, Lafarge, Senac-RJ, Senai-RJ, Sebrae-RJ, Peugeot Citroen e Fundação de Estudos do Mar (Femar).

Outros cinco colégios da rede estadual têm o chamado ensino médio intercultural, com o apoio do Ministério de Educação, Cultura e Esporte da Espanha; da Superintendência do Condado de Prince George dos Estados Unidos; da Universidade Normal de Hebei, na China; do Consulado Geral da França no Rio de Janeiro e do Centro Cultural Brasil-Turquia (CCBT).

Cerca de 16 mil alunos já se formaram por meio dos convênios. Não há processo seletivo. Os candidatos devem se inscrever pelo site: http://www.matriculafacil.rj.gov.br/