Engenheiro cego cria bengala inteligente ligada a Google Maps

0
56

Uma nova tecnologia desenvolvida por um deficiente visual, para outros deficientes visuais. Isso mesmo, um engenheiro cego desenvolveu bengala inteligente que pode mudar a vida de muita gente.

O aparelho ajuda na locomoção de quem não enxerga pelas ruas das cidades. Ela alerta sobre objetos acima do nível do chão e avisa sobre obstáculos mais altos, que não são tocados pelas bengalas convencionais.

A novidade funciona com sensores que avisam através de vibrações sobre os obstáculos à frente. E tem muito mais além disso. A empresa é turca e o CEO é cego, ou seja, entende como ninguém a importância da criação.

Cego desenvolveu bengala inteligente que funciona ligada ao Google Maps

A bengala, da empresa WeWALK, pode ser conectada a celulares através de Bluetooth. Ela opera integrada também ao programa Voice Assistant e ao Google Maps.

Com isso, em resumo, a bengala avisa o usuário sobre tudo que a rua tem. Como pontos de comércio, banheiros, tipos de calçadas e até mesmo infraestrutura das vias.

A novidade pode trazer uma revolução em termos de locomoção a pé para cegos. O equipamento, certamente poderá diminuir a quantidade de acidentes e facilitar a vida das pessoas.

O cofundador da companhia, o turco Kursat Ceylan, que é cego, deu uma entrevista á CNN, onde falou da ideia. Em suma, ele auxiliou no desenvolvimento do produto visando unir tecnologia e necessidade.

Com a mistura de smartphone, aplicativos e sensores, por exemplo, nasceu a bengala inteligente. O WeWALK pode informar quais ônibus estão passando, quais lojas estão perto e muito mais. Enfim, ela chega ao mercado no valor de US$ 500 (R$ 2.000). Com o crescimento e popularização, a bengala poderá se ligar a outros aplicativos, como de transporte