Empresa anuncia que fará da América Latina ‘um modelo em comércio eletrônico’

0
27

A Mastercard anunciou ontem (9) guia baseado nas lições aprendidas em outras regiões do mundo e em ferramentas tecnológicas de ponta para fazer com que a América Latina e o Caribe sejam “o modelo a seguir” em comércio eletrônico.

O Guia de Segurança Digital para a América Latina e o Caribe visa aumentar o nível de certeza na aprovação dos pagamentos e reduzir o nível de fraude nas transações, duas caraterísticas do modelo “perfeito” de comércio eletrônico.

Jorge Arbesú, vice-presidente de Desenvolvimento de Produto da Mastercard para a região, afirmou à Agência Efe que o comércio eletrônico nos países latino-americanos e caribenhos, embora passe ainda por uma etapa “adolescente”, está em pleno auge.

Se 126 milhões de pessoas compravam online na América Latina e no Caribe em 2016, em 2019 o total chegará a 156 milhões, e o mesmo acontecerá com as vendas por comércio eletrônico, que aumentarão de US$ 40 bilhões para US$ 80 bilhões, segundo dados da companhia tecnológica do setor de pagamentos globais.

Este salto leva inevitavelmente os consumidores a exigirem experiências de pagamento online impecáveis do ponto de vista da segurança e da comodidade, disse a Mastercard em comunicado.