Em terceiro ano seguido, fome aumenta na América Latina

0
258

Em 2017 a fome na América Latina e no Caribe subiu seu nível pela terceira vez seguida transformou em um problema que chega a afeta 39,3 milhões de pessoas, ou 6,1% da população da região, informou na última quarta-feira a FAO.

O relatório foi divulgado na sede regional da FAO, na última quarta-feira (7) na sede regional da FAO, localizada em Santiago, destacando que a fome estava em alta nos últimos anos, onde haviam 200 mil pessoas desnutridas entre 2015 e 2016 e de 400 mil entre 2016 e 2017, números que apresentam que “a velocidade da deterioração está aumentando”.

A fome não é apenas umas das preocupações, o sobrepeso e a obesidade são determinados como umas das principais ameaças nutricionais da América Latina e do Caribe.

“A obesidade está crescendo descontroladamente. A cada ano estamos somando 3,6 milhões de obesos a esta região (…) A situação é espantosa”, disse o representante regional da FAO, Julho Berdegué, ao apresentar o documento.