Em 2019, alunos de escolas públicas, receberão livros literários

0
86
foto da internet

De acordo com o novo modelo do Programa Nacional do Livro e do Material Didático Literário (PNLD), aseleção  das obras pelas escolas credenciadas, teve início no último dia 25 e irá até o dia 8 de outubro.No catálogo para o ensino médio, estão livros como a biografia da paquistanesa Malala – a mais jovem a receber um Prêmio Nobel da Paz, o clássico de ficção Admirável Mundo Novo, de Aldous Juxleye poemas de Cecília Meireles.

Para a assessora de projetos da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Andressa Pellanda, é importante o aspecto individual da leitura, mas o papel didático da biblioteca não se deve ser esquecido, ela defende que a escolha dos livros deve ser a mais democrática possível.

“Sempre falamos da necessidade sobre o processo de gestão democrática dentro da escola. Então, a escolha dos livros didáticos também tem que passar por isso, existe todo um trabalho que é feito e pensado para que as escolas possam ter de fato gestão democrática”, ressaltou.

Os professores terão acesso a um guia com resenhas das obras selecionadas pelo programa e a escolha será feita após uma reunião de professores e diretoria da escola. As obras serão devolvidas às escolas depois do período de um ano para reutilização, assim cada editora pode inscrever quatro obras para serem selecionadas para o catálogo.

Neste ano, o programa determinavaas obras literárias apenas para as bibliotecas e para serem usadas em salas de aula. A presunçãoé que os estudantes recebam os dois livros literários.