Economia da África do Sul deve demorar cinco anos para recuperar, diz ONU

0
10

A economia sul-africana deverá demorar cinco anos para se recuperar da recessão prevista devido à pandemia de covid-19, advertiram hoje as Nações Unidas (ONU), que estimam um aumento acentuado da pobreza e da desigualdade no país. De acordo com as previsões do Banco Central da África do Sul, o produto interno bruto do país, o mais industrializado na África, deverá contrair em 7,3%. 

Numa tentativa de travar a propagação da covid-19, o Presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, ordenou, no final de março, medidas de contenção que colocaram a atividade do país em suspenso.

Desde então, a maioria das restrições foram levantadas, mas a sua aplicação afetou severamente as empresas e a população sul-africana.

A África do Sul é o país da África Subsaariana mais afetado pela covid-19, ultrapassando 600 mil infecções e 13 mil mortes.

Num estudo publicado hoje, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) prevê uma “recuperação lenta [da economia sul-africana] até 2024”.