Deputado apresenta projeto para banir transexuais do esporte em São Paulo

0
35
Imagem da Internet

Um projeto de lei do deputado estadual Altair Moraes (PRB), publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo, estabelece o sexo biológico como o único critério para a definição do gênero de competidores em partidas esportivas oficiais no Estado de São Paulo. Ele propõe que seja vedada a atuação de atletas transexuais.

Isso vetaria, por exemplo, a presença da ponteira/oposto Tifanny, primeira trans a atuar na Superliga feminina, em seu time atual, o Sesi Bauru, que disputa a semifinal do torneio e tem a jogadora como destaque.

Ainda de acordo com o texto, a federação, entidade ou clube que descumprir a lei será multada em até 50 salários mínimos. O projeto irá para votação no plenário da Assembleia Legislativa de São Paulo e a lei entra em vigor 180 dias após sua publicação.

O projeto se baseia na tese que, por terem nascido homens, o corpo das trans foi moldado com auxílio de testosterona, e diz que as mulheres atletas não têm esse direito de uso mesmo para aumento de capacidade corporal, pois são monitoradas constantemente por exames antidoping. Caso as atletas sejam pegas com alto nível de testosterona no sangue, elas serão punidas até mesmo