Depósito de munições explode na Ucrânia

0
302

Aproximadamente 12 mil pessoas foram retiradas nesta terça-feira (9) de regiões próximas do arsenal nº 6 pertencente exército da Ucrânia,  pois explosões foram responsáveis por provocarem um incêndio ao longo da madrugada.

Volodimir Groysman, primeiro-ministro ucraniano,  esteve presente em um dos locais de abrigo dos evacuados e pediu paciência aos cidadãos.

“Visitei um dos lugares para evacuados na aldeia Parafievka. Já são 18 locais de acolhimento. Me dirijo à população: não há motivos para pânico. Permaneçam nesses lugares por pelo menos 24 horas (…) a vida não tem preço”, escreveu em seu Twitter o chefe de governo ucraniano.

O Ministério de Emergência recomendou medidas extraordinárias de emergência e foram aplicadas em 38 localidades no total.

“Houve duas explosões simultâneas e, pouco depois, outras duas no outro extremo do recinto. Essas explosões provocaram o incêndio”, disse o chefe adjunto do EMG, general Rodion Tymoshenko, durante entrevista coletiva.

Conforme informações da imprensa ucraniana, o arsenal lugar onde aconteceu o acidente é considerado um dos mais extensos do país, ocupando área de  cerca de 628 hectares e contendo entre 130 e 150 mil toneladas de projéteis.