Criança hospitalizada desde o nascimento será acompanhada pelo programa ‘Melhor em Casa’

0
5

Na saída do Instituto de Saúde da Criança do Amazonas (Icam), a alegria da dona de casa Andressa Monteiro, 38, não cabia no peito. Há dois anos, a rotina da mãe se resumia a assistir a filha, Ellena, receber os cuidados médicos no hospital devido a uma doença crônica rara, a Síndrome de West. Contudo, o clima na segunda-feira (22/02) era de comemoração. Por intermédio do Governo do Amazonas, a criança foi desospitalizada e será acompanhada pelo programa “Melhor em Casa”.

A desospitalização de Ellena é a décima realizada pelo Icam, desde 2019, para casos de pacientes crônicos graves. A criança nasceu em fevereiro de 2019, na Maternidade Ana Braga, e desde lá mostrava sinais de complicações de saúde causadas por crises convulsivas. Em setembro do mesmo ano foi transferida para o Icam, onde permanecia na Unidade Semi Intensiva até hoje. Mostrando condições de alta hospitalar, Ellena finalmente vai poder receber o tratamento em casa junto da família.

E é justamente no amor da família que Ellena se apoiará pelo resto da vida devido às limitações da síndrome, como a capacidade de interação e os movimentos. A mãe Andressa tem sido preparada há meses pela equipe do “Melhor em Casa” para cuidar da filha.

“Nunca imaginei que pudesse ver minha filha indo para casa. Estou muito feliz. Só tenho a agradecer ao Governo do Estado, à equipe do Icam e às pessoas que no decorrer desses dois anos puderam fazer com que minha filha fosse para casa hoje”, enfatizou Andressa.