Comitê Olímpico prevê Brasil com 250 atletas nas Olimpíadas de Tóquio em 2020

0
227

Há dois anos para o início da Olimpíada de Tóquio-2020, o COB (Comitê Olímpico do Brasil) detalhou parte dos planos da delegação brasileira para o evento que sucederá os Jogos do Rio de Janeiro, sem projetar medalhas.

Escaldado pela promessa não cumprida de terminar entre os 10 primeiros no Rio de Janeiro (ficou em 12º), o COB evitou estipular uma meta de pódios ou posição no quadro de medalhas. Um número, contudo, deverá ser tornado público, mas apenas na reta final do ano que vem.

Para representar o esporte nacional, o COB estima que cerca de 250 atletas estejam presentes no Japão, número inferior aos 465 que competiram em casa.

Serão seis bases de treinamento dentro do país-sede. De acordo com números oficiais, R$ 153 milhões já foram injetados neste ciclo.

Apenas com recursos da Lei Piva, o COB foi beneficiado com aproximadamente R$ 700 milhões entre os Jogos de Londres e do Rio. Não há um valor fechado em relação ao investimento total para o evento.