CNJ promove seminário sobre liberdade de imprensa

0
45

O Fórum Brasileiro sobre Liberdade de Imprensa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ)
promove, na próxima segunda-feira (11), das 9h às 18h, o Seminário “30 anos sem censura: A
Constituição de 1988 e a Liberdade de Imprensa”. O objetivo do evento, que será realizado no
Plenário da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), é promover debates sobre o
tema com membros do Poder Judiciário, jornalistas e associações de imprensa para subsidiar a
elaboração de políticas e traçar diagnósticos das ações judiciais em trâmite sobre o tema.
A presidente do STF e do CNJ, ministra Cármen Lúcia, presidirá a mesa de abertura e as
conferências iniciais serão proferidas pelo deputado federal Miro Teixeira e por Rosiska Darcy,
jornalista, escritora e integrante da Academia Brasileira de Letras.
Ao longo do dia serão realizados três painéis com a participação de jornalistas e advogados
com experiência no tema. O painel “Liberdade de expressão e Imprensa livre: desafios da
atualidade” será coordenado pelo ministro Aloysio Corrêa da Veiga, do Tribunal Superior do
Trabalho, e contará com a participação do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil
(OAB) e os jornalistas Renata Lo Prete e Fábio Pannunzio.
O painel “Novas e velhas formas de censura?” será coordenado pelo presidente da Associação
Brasileira de Imprensa (ABI), Domingos Meirelles, e contará com a presença de Judith Brito,
membro da Associação Nacional de Jornais (ANJ), dos jornalistas Helena Chagas e Carlos
Lindenberg, e da advogada Tais Gasparian. Em “Novas mídias: Fatos, versões e fake”,
coordenado pelo jornalista Valdo Cruz, são expositores o professor Fabro Steibel e os
jornalistas Cláudio Dantas e Felipe Recondo, além do advogado e jornalista Miguel Matos.