Brasil lidera a recuperação do setor aéreo na América Latina e Caribe

0
12

No ano passado, novembro foi o mês de maior tráfego aéreo na América Latina e Caribe, desde o início da pandemia. Foram transportados 15,9 milhões de passageiros. O Brasil foi o principal responsável pela recuperação do setor, com 4,7 milhões de passageiros embarcados, ou seja, de cada 10 passageiros que voaram, três viajaram dentro do Brasil. Os dados são da Associação Latino-Americana e do Caribe de Transporte Aéreo (Alta).

“O setor aéreo é fundamental para a retomada do turismo no Brasil. Temos trabalhado diuturnamente para buscar melhorias e condições para que o setor se mantenha estruturado e continue realizando o sonho de milhares de brasileiros viajarem e conhecerem os destinos do nosso país ”, destaca o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

De acordo com José Ricardo Botelho, diretor-executivo e CEO da Alta, o resultado se deve à reativação das operações em praticamente todos os países da região, com exceção da Venezuela.

Ao lado do Brasil, México e Colômbia também contribuíram para a ampliação do número de passageiros em circulação na região da América Latina e Caribe no mês de novembro de 2020. No México, as companhias aéreas movimentaram internamente 2,9 milhões de passageiros e na Colômbia o número chegou a 2,9 milhões de passageiros.