Brasil fica em sétimo no Mundial de ginástica artística

0
96

A Seleção Brasileira masculina de ginástica artística ficou perto de um feito inédito na disputa por equipes no Campeonato Mundial de Doha, no Qatar. Mas algumas quedas, uma delas no último aparelho, custaram caro, e o conjunto encerrou sua participação em sétimo lugar nesta segunda-feira.

Após cumprir o objetivo de se classificar para a final, na sexta colocação, o grupo verde e amarelo, formado por Arthur Zanetti, Arthur Nory, Lucas Bittencourt, Caio Souza e Francisco Barreto, terminou com a nota de 243,944.

O ouro ficou com a China, seguida pela Rússia, com a prata, e o japão, com bronze. Os países que foram ao pódio asseguraram vaga em Tóquio-2020. Em relação ao Mundial de 2014, o Brasil piorou uma posição.

A competição segue nesta terça-feira, com a final feminina por equipes. O Brasil avançou em quinto lugar e brigará por medalha, assim como pela vaga olímpica.

Na quarta-feira, acontecerá a final do individual geral masculino, com Caio Souza. Na quinta, será disputada a prova feminina, com Flavia Saraiva e Jade Barbosa. Na sexta-feira e no sábado, as atrações são as finais por aparelhos.