Brasil faz acordo internacional para ter acesso a vacinas

0
75

 

O Brasil passa a fazer parte da Gavi Alliance (Aliança Global para Vacinas e Imunização), organização não governamental sem fins lucrativos, que reúne parceiros públicos e privados com o objetivo de fornecimento de vacinas em todo o mundo. Por meio do acordo, o Brasil vai doar US$ 1 milhão anualmente para a entidade internacional para apoiar o acesso a vacinas nos países mais pobres. A Gavi tem um papel central na promoção da imunização internacionalmente, inclusive apoiando os estoques emergenciais para vacinas. O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, e o CEO da Gavi, Seth Berkley, assinaram parceria, nesta quarta-feira (26), durante a 73ª Sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas em Nova York (EUA).

“Hoje passamos a fazer parte dessa organização que é fundamental para o acesso a vacinas e são parceiros da UNICEF e OMS nesta tarefa. É uma ação que insere o Brasil no centro das políticas internacionais de imunização.

Apoiar a Gavi é importante para também garantir os estoques emergenciais de vacinas para doenças estratégicas. Isso é muito importante porque, num momento em que surgir no país algum tipo de doença para a qual o Brasil não produz a vacina ou em que haja dificuldade de se encontrar laboratórios produtores, também podemos contar com essa parceria”, comemorou o ministro da Saúde, Gilberto Occhi.