Brasil e Estados Unidos avançam em cooperação pela Agenda Ambiental Urbana

0
7

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) participou na quinta-feira (25/2) de reunião com a Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA). A reunião é fruto de cooperação técnica estabelecida em janeiro de 2020 entre os dois órgãos. Desde então, foram abordadas medidas de combate ao lixo no mar e financiamento para saneamento.

Inovação, tecnologia, estratégias, prevenção e opções de financiamento para projetos de remediação foram alguns dos temas discutidos no seminário, que contou com participação de técnicos ambientais, gestores e representantes de entidades nacionais ligadas ao tema.

A contaminação do solo e das águas subterrâneas impacta diretamente a saúde das pessoas, além de trazer prejuízos econômicos, relacionados principalmente aos custos de descontaminação e à desvalorização imobiliária. Levantamento realizado pelo MMA indica a existência de mais de 10 mil áreas contaminadas no Brasil, mas o número pode ser bem maior, já que muitos estados não realizaram ações de monitoramento e remediação nos últimos anos. Os principais registros de contaminação estão associados a lixões, postos de gasolina e indústrias.

O encontro permitiu o compartilhamento de experiências, casos de sucesso e lições aprendidas, além de aspectos técnicos e financeiros relacionados a projetos de recuperação de áreas contaminadas, com apoio mútuo para o alcance de resultados concretos nos dois países.