Bolsonaro defende cloroquina e volta a lançar dúvidas sobre vacina

0
10

Jair Bolsonaro voltou a recomendar o “tratamento precoce” contra o novo coronavírus e a lançar dúvidas em relação à eficácia da vacina aprovada pelas autoridades brasileiras, num vídeo publicado pelo vereador Carlos Bolsonaro, seu filho, na plataforma Telegram, onde não existe revisão de conteúdos enganosos. 

“Não desistam do tratamento precoce. Não desistam, tá? A vacina é para quem não pegou ainda. E essa vacina que aí está é 50% de eficácia. Ou seja, se jogar uma moedinha para cima, é 50% de eficácia. Então está liberada a aplicação no Brasil”, disse Bolsonaro, segundo a Folha de S.Paulo.

Esta declaração faz parte da comunicação do presidente feita na segunda-feira, mas o trecho em que falava sobre o tratamento precoce e sobre a vacina foi removido antes de ser publicado pelo canal oficial do governo.

Este tratamento precoce, sublinhe-se, inclui os fármacos hidroxicloroquina e ivermectina, ambos sem eficácia comprovada no tratamento da Covid-19. Recorde-se que, no sábado, a rede social Twitter marcou como enganosa uma publicação do Ministério da Saúde, indicando que continha “informações enganosas e potencialmente prejudiciais relacionadas à Covid-19” e ocultando o conteúdo.