Benéficos de exercícios físicos podem ser transferidos pelo sangue, diz pesquisa

0
12

Os benefícios da atividade física já são bem conhecidos. Quem se exercita tem, além de uma melhora na qualidade de vida, uma reversão no envelhecimento cerebral. Uma pesquisa publicada recentemente na revista Science mostrou quais são os fatores responsáveis pela manutenção ou melhora da capacidade cognitiva relacionados aos exercícios.

Para entender os mecanismos, os cientistas compararam os efeitos diretos do exercício físico em camundongos idosos (18 meses) com animais jovens, de três meses. Em uma outra etapa, os animais mais velhos ficaram em uma roda de corrida por seis semanas, enquanto o grupo controle, com a mesma idade, permanecia inativo.

Em seguida, os pesquisadores transferiram o plasma dos animais exercitados para os sedentários para saber se os efeitos benéficos do exercício físico poderiam ser transferidos pelo sangue.

Com o procedimento, o grupo identificou que sim, o grupo sedentário teve um aumento na capacidade cognitiva. Elevando a sua qualidade de vida.

Ainda segundo os cientistas, o procedimento, logo poderá ser realizado também em humanos.